Fechar

Maringá

'Por que não privatizar?'

Vereadores querem saber por que aeroporto não será economia mista

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 11:20 - 09 de Abril de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Luciana Peña/CBN Maringá

O aeroporto de Maringá é uma empresa de economia mista. Mas na prática é um aeroporto público. O município é dono de 99,9% das ações. O restante pertence ao prefeito, aos secretários de Fazenda e Desenvolvimento Econômico e a um vereador que participam, no papel, da sociedade anônima que administra o aeroporto. Quando muda a gestão ou a legislatura na Câmara, muda o dono da ação. O vereador Sidnei Telles é dono de ações do aeroporto porque hoje representa o Legislativo no Conselho Administrativo.


Um projeto do Executivo transforma o aeroporto de Maringá de empresa de economia mista em empresa totalmente pública. O projeto está tramitando na Câmara e o superintendente do aeroporto Fernando Rezende foi convidado a justificar a proposta na sessão desta terça-feira. O superintendente disse que a mudança é mais “moral” do que “prática”. Ouça a entrevista na CBN Maringá 


Os vereadores questionaram a mudança. O vereador Jean Marques disse que Maringá está na contramão do desenvolvimento, porque aeroportos públicos estão sendo privatizados.


Sobre a possibilidade de privatização, o superintendente do aeroporto disse que não há discussão sobre o tema neste momento.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo