Fechar

Geral

Privacidade

Microsoft admite que ouvia áudios de usuários do Xbox

Publicado por Folhapress, 09:59 - 23 de Agosto de 2019

A Microsoft entrou para lista de empresas de tecnologia que escutam áudios de seus usuários. Segundo o o site Motherboard, da Vice, funcionários contratados pela companhia eram responsáveis por escutar áudios captados pelo Xbox One, console de games da empresa. O áudio era captado pelo comando do voz "Hey, Cortana", às vezes de forma acidental.


Após a publicação da matéria, a empresa de Bill Gates publicou um comunicado admitindo a prática, e afirmou ter encerrado a revisão de conteúdos por voz captados pelo console. De acordo com a nota, o objetivo da Microsoft era melhorar o produto.


A Motherboard falou com ex-funcionários que trabalharam na análise de conteúdo das mensagens entre 2014 e 2015, ainda quando o comando de voz Cortana não estava em vigor. Segundo as fontes, a maioria dos áudios captados eram de crianças e continham frases como "me dê todos os jogos de graça".


No início do mês, o site noticiou que alguns terceirizados também escutavam conversas de usuários do Skype, programa de conversas da Microsoft.


Segundo uma matéria da agência de notícias Bloomberg, o Facebook também pagou centenas de terceirizados para transcrever arquivos de áudio dos seus usuários.


De acordo com o texto, que cita como fonte pessoas familiarizadas com o assunto, os terceirizados não foram informados sobre onde os áudios foram gravados e como foram obtidos, apenas receberam a tarefa de transcrever as mensagens.


O principal regulador do Facebook na União Europeia está buscando informações sobre como a empresa manipulou dados na transcrição de gravações de áudios de usuários, disse a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda (DPC) nesta quarta-feira (14).

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo