Fechar

COLUNISTAS

Internacional Pro Fight reúne lutadores de três países em Maringá

Publicado por Carlos Emori/Giro Esportivo, 16:10 - 05 de dezembro de 2019

Maringá vai sediar neste sábado (7), o Internacional Pro Fight, que terá combates de Boxe, Kickboxing e MMA, com a participação de lutadores do Brasil, Paraguai e Argentina. O evento vai ocorrer no Hotel Internacional, a partir das 20h.



Entre os atletas que estarão em ação está Lúcio Aurélio, o Tutio, líder da Equipe Victória Muay Thai, e que fará uma luta de Boxe contra o paraguaio Mauricio Jota Mendoza. Com inúmeros títulos no Taekwondo e no Muay Thai, ele começa a colecionar vitórias no boxe. O último bom resultado foi no dia 17 de novembro, quando venceu Igor Amorim e já tem confronto marcado cerca de 20 dias após o último combate.



“Já estava em uma preparação há cerca de dois meses e depois da minha última luta fiquei uma semana sem treinar para descansar. Quando voltei sofri com pequenas fadigas musculares e pelo pouco tempo não me recuperei totalmente, mas tenho certeza que estarei pronto”.

Bloco de Imagem

Lúcio Aurélio enfrenta paraguaio Mauricio Jota Mendoza no boxe

Outro atleta de Maringá que entrará em ação é Bruno Dantas da Ponto 1 e Clube Feijão. Com 4 vitórias e 1 derrota no MMA, ele enfrentará o argentino Miki Lara. “Será a maior luta da minha carreira e acredito que vencendo um combate internacional posso dar vários passos em busca do meu sonho, que é chegar no UFC. Estou na minha melhor forma técnica, físico e psicológica e isso me deixa ainda mais confiante na vitória”.

Bloco de Imagem

Bruno Dantas encara o argentino Miki Lara no MMA

Ainda há convites disponíveis para venda, a partir de R$ 30. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (44) 9 9862-5238.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo