Fechar

COLUNISTAS

Catuaí leva o tema "inclusão" para evento de moda

Publicado por #Moda, 18:00 - 11 de setembro de 2019

Inclusão foi a palavra de ordem da última edição do Catuaí Trends, que
aconteceu em 5 de setembro, protagonizado pela modelo e digital influencer
Paola Antonini. Paola teve a perna esquerda amputada em 2014, após sofrer um
acidente, e hoje exibe sua prótese como um acessório fashionista e pouco discreto –
brilhante, inclusive. Gratidão, superação, autoestima e inclusão são os assuntos
abordados com leveza e alto astral em suas redes sociais, principalmente no
Instagram, onde já conquistou mais de 2 milhões e 600 mil seguidores.


No evento gratuito e aberto ao público promovido pelo Catuaí Shopping
Maringá, Paola compartilhou sua trajetória, seu lifestyle e dicas de moda para a
primavera-verão 2020. Mas a emoção que provocou no público não estava
no script do evento, comenta a coordenadora de Marketing do Shopping, Bianca
Gonçalves. "Tudo o que ela transmitiu para as pessoas foi muito além das
nossas expectativas. Ela cativou e emocionou a todos, em vez de tocar as pessoas
contando o lado dramático e sofrido da sua história, ela opta por emanar
gratidão e felicidade, e isso é contagiante."


"As mudanças fazem parte da nossa vida, são inevitáveis. Mas sabe o que
sempre podemos controlar? A maneira como reagimos a essas mudanças. E isso
faz toda a diferença. Por mais difícil que uma situação seja, ela traz algo de bom.
Procure ver isso, insista sempre em ver o lado positivo de tudo. Eu garanto que a
forma como você vê as coisas vai mudar tudo na sua vida", disse a digital
influencer durante o evento.


Para Ana Luiza Correia Zanin, 12 anos, o Catuaí Trends foi a realização de dois
sonhos: desfilar e conhecer a ídola Paola Antonini. "Sempre quis subir na
passarela, mas depois da amputação imaginei que esse sonho ficaria ainda mais
distante. Foi indescritível a sensação de me sentir tão linda e confiante
desfilando ao lado da Paola, que é minha grande inspiração de vida", conta a
menina que foi dignosticada com osteosarcoma - tumor ósseo maligno - e teve a
perna direita amputada em 2018.

Bloco de Galeria

Marta Alves Correia, mãe de Ana Luiza, ressalta que o Catuaí Maringá sempre foi o Shopping preferido da filha, mas depois da amputação a relação com o local se tornou ainda mais especial. "A acessibilidade do Catuaí é incomparável. É um lugar onde o deficiente físico pode se sentir acolhido, se sentir bem-vindo. Há um ano pensei que eu fosse perder a minha filha, hoje vê-la na passarela do Catuaí Trends foi inexplicável."


Maria Eduarda Albrecht, 15 anos, disse que se sentiu representada ao assistir a outras pessoas com deficiência na passarela do Catuaí Trends. Ela, que teve a perna amputada em 2018, tem Paola Antonini como uma fonte de inspiração e positividade que a encoraja pelas redes sociais todos os dias. "Eu era muito tímida, reprimida. Quando perdi a perna eu me abri para o mundo, tenho uma autoestima melhor, e devo muito disso a Paola", disse Maria Eduarda.


 


 

Por assessoria de imprensa.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo