Fechar

COLUNISTAS

Tudo sobre como cuidar das orquídeas

Publicado por Rosangela Oldemburg/Paisagismo em Formas e Cores, 08:30 - 13 de Dezembro de 2019

Bloco de Galeria

O amor e o fascínio pelas orquídeas (Orchidaceae) têm estimulado a criação de um espaço bastante comum nas áreas verdes, o orquidário. Ficando assim um gostoso espaço para criar e cultivar as belas orquidáceas.


Para cuidar das orquídeas é interessante um espaço preparado para as mesmas. Fazendo bancadas ou até mesmo uma estrutura de madeira onde elas serão penduradas para seu cuidado.


Há espécies que precisam de pouco incidência de luz. Estas ficam nas bancadas. Já as que precisam de bastante luz, ficarão suspensas.


Quanto ao vento, também é preciso tomar alguns cuidados. Se receber o vento sul deve ser protegida com tela de plástico ou mesmo arbustos.


Para se construir um local para as orquídeas, pode-se apostar em diversos materiais, como ferro galvanizado, diferentes tipos de madeiras e colunas de alvenaria.


Muito importante manter a umidade do ar. Para isso é possível utilizar aspersores e nebulizadores.


Para as bancadas, não é recomendado fazer de madeira devido a facilidade em alojar fungos, bactérias, caramujos e lesmas. Prefira usar material que passe ventilação de todos os lados, o que facilita a manutenção dos exemplares e evita o surgimento de problemas relacionados a pragas e doenças.


Deve-se respeitar uma distância de 5 cm a 10 cm entre os vasos. Evitando assim que as folhas se encostem na outra.


Na falta de um espaço para se construir um local para colocar suas espécies, é possível aproveitar a sombra de uma bela árvore e pendurá-las todas neste espaço, contanto que estejam em vasos apropriados, ou seja, vazados.


Outra maneira interessante de cultivar suas orquídeas é colocá-las em troncos de palmeiras, árvores, coqueiros, usando material específico e amarrando-as com fio de nylon para que suas raízes comecem a enraizar ficando saudável e florida.


Prefira vasos de barro aos de plásticos, pois eles têm mais porosidade e drenam melhor a água.


Se a base da orquídea estiver a menos de um dedo da boca do vaso, é preciso trocá-la de moradia.


Para trocar de vaso, acrescente chips de fibra de coco ou musgo à planta.

Bloco de Galeria

Mais cuidados importantes



Antes de cortar a orquídea, esterilize a tesoura com um maçarico portátil ou no fogão. Deixe esfriar para depois usá la.


Quando descartar uma folha, passe canela em pó no local do corte. ELA É UM CICATRIZANTE NATURAL.


Manchas na folhagem podem ser amenizadas com fumo de corda. Ferva o fumo em água por uma hora até que vire uma solução concentrada, que deve ser diluída em água. Borrife sobre as folhas repetidas vezes, até que dê resultado.


Cochonilhas e pulgões podem ser eliminados das folhas com sabão de coco. Use uma escovinha para esfregar as folhas.


Quanto mais contato com o sol, mais ela irá florir.


Estimule sua florada com NPK 10 30 20, que tem mais concentração de fósforo.


A orquídea é uma das flores mais bonitas e utilizadas na decoração da casa, por isso os cuidados especiais.


Ganhou um exemplar, a floragem terminou e não tem onde colocar? Coloque-a numa árvore na sua rua. Ela vai te agradecer dando futuras flores tão lindas quanto.


Eu sou Rosangela Oldemburg, estou aqui para tirar suas dúvidas.



Contate-me pelo e-mail: rooldemburggmconline@gmail.com 


Bloco de Imagem

Rosangela Oldemburg

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo