Fechar

Maringá

R$ 10 mil

Empresa é multada por descarte irregular no Ribeirão Maringá

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 16:17 - 26 de setembro de 2019

Os fiscais da Secretaria de Meio Ambiente de Maringá (Sema) descobriram a origem da poluição que atingiu o Ribeirão Maringá no último fim de semana, provocando a morte de peixes.


Segundo a Sema, uma empresa de peças automotivas é suspeita de lançar efluentes por meio de dois buracos abertos no muro dos fundos. Para chegar até lá os fiscais subiram o leito do Ribeirão Maringá, localizaram a tubulação por onde saía a água escura, analisaram o mapa das galerias pluviais e vistoriaram ruas e empresas ao redor.


Nesta quinta-feira(26), foi vistoriada uma empresa com frente para a BR-376 e fundos para a Rua Olímpico. Lá os agentes encontraram os dois buracos no muro dos fundos. O efluente escorria por um bueiro a três metros do muro. Deste ponto até o ribeirão são 800 metros.


A empresa é licenciada pelo IAP, mas segundo a Sema estaria com o Plano de Gerenciamento de Resíduos vencido.


A Secretaria de Meio Ambiente ainda apura a denúncia de poluição do Córrego Mandacaru. A denúncia foi feita por uma moradora pelo 156. E nos últimos dias, com esta fiscalização, os agentes também identificaram poluição no Córrego Moscado, no Jardim Aclimação.


Qualquer pessoa pode denunciar pelo 156.

Bloco de Imagem

Um dos dois buracos abertos no muro pela empresa suspeita de poluir o ribeirão. Foto: Aldemir de Moraes / PMM

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo