Fechar

Maringá

Denúncia

UEM investiga corte irregular de árvores dentro do câmpus

Publicado por Nailena Faian, 13:31 - 30 de janeiro de 2019

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) está investigando uma denúncia de corte irregular de árvores dentro do câmpus. Segundo um abaixo-assinado publicado na internet, árvores localizadas na passarela do bloco G-56, entre elas um pau-brasil, teriam sido cortadas.


“As árvores estão sendo cortadas sem necessidade devido a sujeira que fazem na UEM”, diz o texto do abaixo-assinado, que já contava com 1.569 assinaturas até o fechamento desta reportagem. 


A assessora do Comitê Gestor Ambiental da UEM, Elenice Tavares, informou que está sendo levantado o número de árvores e as espécies que foram cortadas do câmpus. “Infelizmente houve a remoção dessas árvores sem nosso consentimento. Recebemos a denúncia na segunda-feira (28) por meio de uma professora”, explica.


Segundo nota divulgada pela UEM, o corte de árvores dentro do local depende de autorização da Prefeitura do Câmpus (PCU), por meio do Parque Ecológico (PQE), órgão responsável por esse tipo de serviço.


“De praxe, a UEM não realiza e nem autoriza derrubada, poda ou corte de árvores sem o atendimento de critérios técnicos e respeitando o que a legislação ambiental determina. A derrubada, corte ou poda realizada de forma irregular, quando ocorrer, são apurados pelo Parque Ecológico, ligado a PCU, e o responsável pela ação é notificado estando sujeito às penalidades previstas pela Lei de Crimes Ambientais”, diz a nota.

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/UEM

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo