Fechar

Policial

Operação em Maringá

Vizinho é suspeito de usar Wi-Fi aberto para acessar pedofilia

Publicado por Nailena Faian, 17:09 - 10 de Outubro de 2019

A Polícia Civil de Maringá cumpriu um mandado de busca e apreensão em um imóvel da cidade nesta quinta-feira (10). A ação fez parte de uma operação contra pedofilia e outros mandados também foram cumpridos em Curitiba e Foz do Iguaçu.


O relatório técnico da Agência de Inteligência da Polícia Civil identificou uma conexão em um imóvel de Maringá em que a pessoa estaria armazenando fotos pornográficas de menores de idade.


No entanto, de acordo com a delegada responsável pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente de Maringá (Nucria), Karen Friderich Nascimento, não havia nem computador no local. O celular do morador foi vistoriado, mas nada ilegal foi encontrado.



“A internet dele era aberta, sem senha de proteção. E como nada foi encontrado, isso indica que quem estaria arquivando as imagens pornográficas seria algum vizinho”, diz a delegada.



De acordo com ela, a investigação continuará sendo realizada, por isso o nome do bairro será preservado. A delegada lembra que conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente, armazenar imagens pornográficas de menores de idade ocasiona pena de um a quatro anos de prisão.

Bloco de Imagem

Foto: Arquivo/CBN Maringá

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo