Fechar

Política

Preços mais altos

Fala do Secretário de Saúde preocupa, diz Observatório Social

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 17:33 - 21 de maio de 2020

Bloco de Imagem

Secretário de Saúde Jair Biatto | Foto: Divulgação/PMM/Arquivo

A afirmação do secretário de Saúde de Maringá preocupou o Observatório Social. Respondendo a uma pergunta na Câmara de Vereadores nesta quinta-feira, 21, Jair Biatto disse ser comum o poder público pagar mais caro por um produto. Biatto vem sendo questionado pelo valor das licitações voltadas ao coronavírus, e destacou que “essa é a realidade, nada ilegal”.



"As compras normais em momentos não pandêmicos seguem processos licitatórios, todos publicados pelo município. Posso dizer para vocês que, os processos licitatórios em cidades de todo o Brasil, em muitas vezes, paga-se mais do que na rede privada. Já mostrei isso, assim que assumi a Secretaria de Saúde. Essa é a realidade", declarou.



A presidente do Observatório Social de Maringá, Giuliana Lenza, chamou a afirmação do secretário de preocupante. Segundo ela, indica desconhecimento dos cuidados com os gastos públicos.



"Essa fala nos parece gravíssima, por diversas razões. Claramente, estamos lidando com um agente público que não tem conhecimento ou não se importa com a legalidade, pois comprar pagando conscientimente valores três vezes maiores que os praticados no mercado constitui, sim, infração mais grave da lei. Se ele tivesse conhecimento de todo o processo, jamais diria isso", afirmou.



O Observatório Social de Maringá informa estar acompanhando as compras - principalmente às voltadas ao coronavírus. A presidente da entidade diz que uma boa pesquisa de preço diminuiu gastos.



"Temos sempre tratado muito, com essa gestão, sobre as falhas no levantamento de preços de mercado. A administração tem condições de realizar uma tomada de preços bem feito e isso gera bons resultados. Existem diversos casos em que atuamos e, nos que fomos ouvidos, conseguimos preços mais baixos. Quando o processo é feito de forma correta, resulta em bons resultados e constitui um processo dentro da legalidade para a administração", declarou.



A Secretaria de Saúde tem vivido um momento de tensão. Além de estar na linha de frente no combate ao coronavírus, a pasta se tornou alvo de críticos e da oposição. Um dos vereadores mais críticos é William Gentil (PSB), que faz parte de um grupo de trabalho que acompanha os processos licitatórios referentes à Covid-19. Em uma reunião recente, Gentil discutiu com Biato. O áudio tem sido compartilhado pelas redes sociais. À CBN, o parlamentar contou que irá encaminhar um pedido de investigação ao Ministério Público. E que irá propor uma CPI na Câmara de Vereadores para entender o que tem acontecido.


Ouça a reportagem completa na CBN Maringá.


Precisa sair de casa? Use Máscara. Clique aqui e saiba por que ela é importante.


Quer receber nossas principais notícias por Whatsapp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo! Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.


Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo