Fechar

Gastronomia

Receita

Dia do Pão de Queijo: conheça a história e aprenda a preparar

Publicado por Redação GMC, 10:01 - 17 de Agosto de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Maria do Carmo/Folhapress

Neste sábado (17), comemora-se o Dia do Pão de Queijo, o quitute mineiro que conquistou o Brasil e partes do mundo. A data foi instituída pelo Senac de Minas Gerais e pela Frente de Gastronomia Mineira, a partir de uma ideia inicial do programa matinal de Ana Maria Braga.


Em entrevista ao programa Brasil Rural, a professora e especialista em pesquisas gastronômicas do Senac MG, Vani Fonseca explicou que os registros da invenção começam com o uso da mandioca e do polvinho.


"Inicialmente, se fazia biscoitos à base do polvilho e com a produção do queijo sendo iniciada nas fazendas, sobrava uma parte. Quando se fazia a limpeza do queijo, sobrava sempre uma parte, e como na região aurífera o alimento era muito escasso, essa parte era guardada diariamente e no fim de semana se incrementava aqueles biscoitos à base do polvilho com o queijo", disse. 


Segundo ela, a receita, a princípio, era especial e servida apenas em momentos importantes. A popularização do pão de queijo só aconteceu muitos anos depois. 


Aprenda a preparar


Ingredientes: 


- 1 kg de polvilho azedo
- 280 ml de óleo
- 280 ml de água quente
- 20 g de sal
- 5 ovos
- 150 ml de leite
- 380 g de queijo da sua preferência


Modo de preparo: 


Misturar o polvilho, o sal (aos poucos por causa do queijo) e o óleo. Após, acrescentar a água quente. Esfarelar com as mãos e acrescentar os ovos e o leite. Sovar bem até a massa ficar lisa e homogênea. Acrescentar o queijo ralado ou esfarelado e misturar sem sovar. Acertar sal, se necessário. Modelar bolinhas. Assar no forno a 180º por 25, 30 minutos. 


Com informações da EBC e Senac Rio Grande do Sul

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo