Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Futebol

Taffarel vê Alisson na frente na disputa entre goleiros da seleção

Treinador de goleiros da seleção brasileira, Taffarel deu entrevista coletiva nesta quinta-feira (30) na Granja Comary, onde os convocados de Tite se preparam para a Copa América. Durante a conversa com jornalistas, o ex-goleiro afirmou que vê Alisson na frente na briga pela titularidade da seleção, embora não considere isso definitivo. O principal concorrente é Ederson. Cássio é a terceira opção.

“Acho que o que faz a diferença é a sequência. Isso daí pesa um pouco mais, mas não vai ser definitivo. O Ederson cresceu muito na seleção brasileira. Lembro muito bem das primeiras convocações, um pouco introvertido, fechado. Já vejo outro tipo de jogador, outra personalidade. Ele vai jogar o amistoso agora (dia 5, em Brasília, diante do Qatar), está tendo o espaço dele”.

Segundo o preparador de goleiros do Brasil, Ederson chegou um pouco mais desgastado à seleção, por ter atuado em muitas partidas com a camisa do Manchester City na temporada.

“O Ederson chegou um pouco mais cansado. O segundo goleiro do City, Claudio Bravo, se machucou, o Ederson jogou muito e treinou menos. Ele fez uma rotina de treinos, fizemos um trabalho muito forte. Está treinando e está fazendo muito bem. Depois, na chegada do Alisson a gente vai seguir o mesmo trabalho. Temos feito uma programação boa. O pessoal vem de uma temporada pesada, mas a gente precisa treinar para preparar para a Copa América. Temos que estudar muito bem”.

Taffarel também falou sobre a opção por Cássio, do Corinthians, para a vaga de terceiro goleiro, fazendo elogios ao corintiano, e explicando que a escolha foi feita em conjunto com a comissão técnica, pesando a favor do goleiro a experiência na Copa de 2018.

“O que pesou mais a favor do Cássio foi o retrospecto de já ter ido para a Copa do Mundo. A gente seguiu essa linha de ir com os que já estavam incorporados no esquema de trabalho. O Cássio tem seu valor, é brincadeira, é unanimidade no Brasil. Todo mundo reconhece o trabalho dele. A escolha foi de todos nós”.

Alisson se apresenta à seleção brasileira após a final da Liga dos Campeões, que será no sábado. Cássio só se apresentará no próximo dia 5 de junho. O Brasil fará amistosos diante do Qatar, dia 5, em Brasília, e de Honduras, no dia 9, em Porto Alegre, antes de estrear na Copa América no dia 14 de junho, no Morumbi, diante da Bolívia.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Futebol