Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Maringá

Número de mortes cai quase 15% em Maringá

A capela mortuária do Cemitério Municipal de Maringá não tem sido utilizada com frequência, o que de certa forma é bom porque menos pessoas têm morrido na cidade. De acordo com a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Paraná (Anoreg-PR), foram 547 mortes registradas este ano no município.

No total, foram emitidas 195 certidões de óbitos em janeiro, 191 em fevereiro e 161 em março. Em relação a 2018, a queda nos registros foi de quase 15%. No primeiro trimestre do ano passado ocorreram 643 mortes na cidade – 214 em janeiro, 179 em fevereiro e 250 em março.

A reportagem da rádio CBN Maringá entrou em contato com a Prefeitura Municipal para saber como está o uso da capela mortuária e descobriu que, por mês, cerca de 15 velórios ocorrem no local. Levando em consideração que o prédio tem quatro salas para velórios, o espaço tem sido pouco utilizado. Em média, ocorre um velório a cada dois dias, explica o secretário de Serviços Públicos, Vagner de Oliveira.

“Com o aumento da população, a capela será ainda mais utilizada. As famílias que não têm condições de velar o seu ente querido, a gente cede a capela mortuária. Só existe um consumo de energia quando está velando uma pessoa e a questão da limpeza também [ocorre] quando ela [capela] é utilizada. Hoje, a gente entende que custa o mínimo para o município e é um serviço de grande utilidade para a população maringaense”, afirma o secretário. 

A capela mortuária de Maringá ficou dez anos desativada. A reforma do prédio, que fica na rua Mem de Sá, custou R$ 350 mil e durou 90 dias. O recurso foi da prefeitura e do Prever, por meio de um convênio. A capela tem quatro salas para velórios e estacionamento. A solicitação de uso do espaço deve ser feita no cemitério municipal.

Em 2018, ocorreram 2.589 óbitos em Maringá, segundo a Anoreg-PR.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Maringá