Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Maringá

Maringaenses reclamam de problemas para saque do auxílio emergencial

A reportagem continua recebendo mensagens de trabalhadores que não conseguem sacar o auxílio emergencial de R$600 do Governo Federal. Em dois casos desta segunda-feira, 18, eles são microempreendedores individuais (MEIs).

O Ricardo Rodrigues diz que está desistindo de acessar o benefício porque o site informa que ele está com problemas no CPF. Mas ele garante que não está. E na Caixa a única ajuda que recebe é a orientação para resolver o problema no site.

“Uma hora fala que está com problema no CPF, outra hora fala que está com problema na receita federal, nos documentos da gente está tudo certinho. A gente procura saber como se orientar, como fazer, eles mandam a gente entrar no site […], a gente entra no site do Governo e encaminham para o mesmo site da Caixa. Então a gente não sabe o que fazer”, explica Rodrigues.

O caso do Arthur Casarotto é um pouco diferente. O aplicativo da Caixa informa que cadastro dele está inconclusivo. E agora ele foi informado também que duas pessoas da família dele já receberam o benefício e portanto o dele não sairá. Acontece que na casa do Arthur são ele e a mãe, também MEI e que deu entrada no benefício, dois irmãos pequenos e o pai que é funcionário registrado e não pediu o benefício. Ou seja, quem são os CPFs da família dele que receberam o dinheiro? A Caixa não informa.

“Há umas três semanas atrás, deu ‘dados inconclusivos’. Eu refiz o cadastro e agora deu que ‘duas pessoas da minha família já tinham recebido o auxílio’ […]. [Minha mãe] não recebeu, porque está em análise, não sei se ela vai receber”, relata Casarotto.

Em resposta aos trabalhadores, Caixa divulga nota com passo a passo. Confira:

A Caixa informa que a análise é feita pela Dataprev, instituição do Governo Federal responsável por verificar se o cidadão cumpre todas as exigências previstas na lei. Uma vez concluída a análise e retornando como “aprovada”, a liberação do recurso é realizada pela CAIXA.

Se o retorno da análise for “dados inconclusivos”, será permitido ao cidadão realizar nova solicitação. Se o resultado for “benefício não aprovado”, o cidadão poderá contestar o motivo da não aprovação ou realizar a correção de dados por meio de nova solicitação. Os motivos da inconclusão podem ser marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro; falta de inserção da informação de sexo; inserção incorreta de dados de membro da família, tais como CPF e data de nascimento; divergência de cadastramento entre membros da mesma família; inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito.

Tais solicitações deverão ser feitas através do app CAIXA Auxílio Emergencial ou do site auxilio.caixa.gov.br, onde o trabalhador fará novo preenchimento dos dados, sem a necessidade de apresentação de documentos.

Para fazer a contestação, no site auxilio.caixa.gov.br, o interessado vai clicar em “Acompanhe sua solicitação”; informar o CPF; marcar a opção “não sou um robô” e clicar e continuar. É preciso informar ainda o código enviado via SMS para o celular do beneficiário. Após esse passo, vai aparecer a mensagem “Auxílio Emergencial não aprovado”, sendo informado também o motivo da não aprovação.

Logo abaixo, são disponibilizados dois links. No primeiro, é possível “Realizar nova solicitação”, no caso de ter informado algum dado errado. No segundo, o cidadão deve “Contestar essa informação”, caso julgue que informou os dados corretamente, mas não concorda com o motivo da não aprovação.

Ouça a reportagem completa na CBN Maringá.

Precisa sair de casa? Use Máscara. Clique aqui e saiba por que ela é importante.

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Maringá