Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar nosso portal, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de abril de 2024

Maringá e Sarandi investigam mortes por dengue; Paraná tem mais de 8 mil novos casos


Por Redação GMC Online Publicado 20/02/2024 às 15h35
 Tempo de leitura estimado: 00:00
e21dcf5ac478c905467a3b97dbb25b97
Foto: Ilustrativa/Arquivo GMC Online.

O informe quinzenal da dengue divulgado nesta terça-feira, 20, pela Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa) registrou 8.414 novos casos, 18.960 notificações e confirmou mais um óbito pela doença neste período epidemiológico, que começou a ser monitorado em 30 de julho. O Paraná soma agora 45.930 casos confirmados, 130.107 notificações e 16 mortes.

O novo óbito é uma mulher de 64 anos, com comorbidades, residente no município de Londrina, no Norte do Estado, sede da 17ª Regional de Saúde de Londrina. Em Maringá e Sarandi estão sendo investigadas duas mortes (uma em cada município), que podem ter sido causadas por dengue. A informação foi dada pela Secretaria de Saúde de Maringá ao GMC Online. Segundo a secretaria, está sendo aguardado o resultado das investigações clínicas.

O 24º Informe Epidemiológico publicado pela Vigilância Ambiental da Sesa registrou também 31.421 casos em investigação e 47.323 descartados. Dos 399 municípios, 292 apresentaram casos autóctones, ou seja, quando a doença é contraída localmente, e 389 registraram notificações.

As regionais com mais casos confirmados de dengue até ao momento são as de Apucarana (11.518), Cascavel (4.130), Londrina (4.049), Paranavaí (3.964), Ivaiporã (3.678) e Maringá (3.544).  Já os municípios com o maior número de casos são Apucarana (8.179), Londrina (3.252) e Maringá (2.066).

CHIKUNGUNYA
O mosquito Aedes aegypti também é responsável pela transmissão, além da dengue, de zika e chikungunya. Durante este período não houve confirmação de casos de zika. Em relação à chikungunya, o documento confirma 567 notificações, 63 casos confirmados e nenhum óbito desde o início do período sazonal.

O boletim completo pode ser consultado AQUI. Mais informações estão AQUI.

Com informações da Secretaria Estadual de Saúde.

Pauta do Leitor

Aconteceu algo e quer compartilhar?
Envie para nós!

WhatsApp da Redação