Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar nosso portal, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Polícia pede que suspeito pelo desaparecimento de Isis continue preso; família aguarda por respostas há 34 dias


Por Banda B, parceira do GMC Online Publicado 10/07/2024 às 08h23
Ouvir: 00:00

A Polícia Civil fez um pedido à Justiça para que o vigilante Marcos Vagner de Souza continue preso pelo desaparecimento de Isis Victoria Mizerski Ribeiro, de 17 anos. A adolescente está desaparecida desde o dia 6 de junho, em Tibagi, nos Campos Gerais.

image-47-18
Foto: Reprodução

De acordo com um dos advogados que representa a família de Isis, Renan Pacheco Canto, muito embora a prisão temporária tenha uma duração de trinta dias, a Polícia Civil já fez o pedido pela prorrogação em mesmo período.

“Nós temos uma série de elementos de prova que estão sendo aportados nos autos de inquérito policial. Aquele sujeito não reúne nenhuma condição de responder a esse processo em liberdade. Não temos dúvidas de que Marcos será denunciado, que continuará preso e, com os elementos presentes no inquérito, que é possível decretar a prisão preventiva dele”, comentou.

Clique aqui e leia a reportagem completa na Banda B, parceira do GMC Online.

Pauta do Leitor

Aconteceu algo e quer compartilhar?
Envie para nós!

WhatsApp da Redação