Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Maringá

Secretário de Saúde de Maringá é ouvido pelo Ministério Público

Foto: Divulgação/MP-PR

O secretário de Saúde de Maringá foi ouvido pelo Ministério Público nesta sexta-feira, 26. Jair Biatto falou ao promotor de Justiça Pedro Ivo sobre uma afirmação dele. Foi por meio de videoconferência. Em maio, Biatto disse na Câmara de Vereadores que a Prefeitura pagava até três vezes mais que a iniciativa privada por produtos.

No depoimento, que durou em torno de 20 minutos, o secretário disse o que já havia falado antes: que o motivo é a burocracia. Segundo uma fonte ouvida pela reportagem, ele também disse que, como vem da iniciativa privada, ainda tinha dificuldades para entender a burocracia do setor público.

Embora seja chamado de depoimento, a conversa foi para uma espécie de complemento aos documentos que tinham sido enviados pela Prefeitura.

Notícias relacionadas

Não há nenhuma acusação contra o secretário. O depoimento foi pedido após a Saúde enviar documentos ao Ministério Público, e o promotor responsável pelo caso querer ter mais informações. O MP instaurou um procedimento no final de maio chamado notícia de fato. A medida foi tomada após o vereador William Gentil protocolar um pedido de investigação.

No dia 21 de maio, Biatto disse na Câmara de Vereadores que a Prefeitura paga até três vezes mais na compra de produtos. O assunto repercutiu, foi criticado por parlamentares e Observatório Social. Jair Biatto se justificou depois. Disse que havia dois motivos para o aumento de preço: burocracia e alta demanda de produtos. Uma CPI foi criada para investigar as compras na saúde nos últimos 12 meses.

A reportagem apurou que o secretário de Patrimônio, Compras e Logísticas da Prefeitura de Maringá, coronel Paulo Carstens, deve ser convocado para prestar esclarecimentos ao Ministério Público. Ele já foi ouvido nessa semana na CPI da Saúde.

O MP não descarta transformar a notícia de fato em um inquérito civil – que é como se fosse um segundo passo, caso encontre mais problemas, mas ainda é cedo para ter certeza em relação a isso.

Ouça a reportagem completa na CBN Maringá.

Precisa sair de casa? Use Máscara. Clique aqui e saiba por que ela é importante.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Maringá