Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Maringá

‘Maringá é diferenciada, vamos sair maiores da crise’, diz Mattos

Em entrevista à CBN Maringá nesta terça-feira, 19, o ex-presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) José Roberto Mattos avaliou a trajetória da entidade e destacou a capacidade de diálogo e de organização para enfrentar a crise inesperada da pandemia. Ele considerou que o agronegócio foi destaque em meio aos números negativos da economia. Segundo Mattos, nada será como antes, teremos um “novo normal”.

Leia um trecho da entrevista:

Gilson Aguiar: Eu queria que o senhor fizesse uma avaliação desse momento, já que estamos diante do MasterPlan, que é o planejamento para os 100 anos da cidade. Isso interfere em alguma coisa?

José Roberto Mattos: Interfere, sim. Nós sabemos que essa pandemia mudou o nosso mundo, nós ainda temos ainda o plano de 2047, quando a nossa cidade completa 100 anos, mas ele vai ser revisado, não dá para passar imune a 2020. […] Estava tendo uma reunião agora com diversas lideranças falando do atual momento que estamos passando e o que nós estamos programando para a retomada das nossas atividades, para o nosso dia a dia, lembrando dizer que uma cidade que tem a capacidade de criar o seu plano para 100 anos, com certeza vai poder superar, e muito, 2020 e 2021.

Gilson Aguiar: Como é que está sendo administrado a questão da pandemia e a crise na relação do Paraná como um todo e não somente com Maringá?

José Roberto Mattos: Eu tenho certeza que o Paraná vai ter medidas diferenciadas para cada região. Nós já estamos vendo alguma coisa assim acontecendo no Rio Grande do Sul. […] O governador do RS dividiu o estado em partes e, de acordo com a pandemia, está tendo ou não abertura de seu comércio. Maringá está com uma certa tranquilidade, mas nós não podemos relaxar nesse momento.

Gilson Aguiar: O que o senhor destacaria nessa gestão que o senhor teve durante esse momento que nós estamos atravessando e quais seriam, hoje, as preocupações que nós em Maringá temos que ter com a cidade no futuro?

José Roberto Mattos: Nós temos um plano para 2047, mas nesse caminho houve um acidente, que a gente não prevê, ele acontece. Esse acidente, que é a Covid-19, mudou a economia, não só de Maringá, mas do Brasil e do mundo. É fatal que nós temos que rever o nosso planejamento para 2021 e é isso que nós já estamos fazendo, são ações mais imediatistas. Eu acho que no início da pandemia, o nosso Poder Público estava um pouco isolado, coube a todos fazer uma unidade de trabalho, junto com a Acim, o Sivamar, o Codem, para que tomássemos algumas decisões. O grupo de trabalho que o Codem montou e hoje a Prefeitura pode contar com as melhores inteligências da nossa cidade para tomar as decisões, que contem estatísticos, infectologistas, o trabalho que foi feito junto com a Fiep [Federação das Indústrias do Estado do Paraná] para abertura das indústrias é fundamental. Agora, eu quero deixar isso de mensagem: eu tenho um otimismo porque o Paraná é diferenciado e acho que se tem um estado que vai sair da crise mais rapidamente que os outros estados é o Paraná, tudo isso devido a nossa agricultura que tem um colchão muito bom e tem rentabilidade e é um mercado que está passando por essa crise sem sentir muito a mesma.

Gilson Aguiar: Ainda falando um pouco mais sobre o futuro e a experiência que nós estamos passando, muita gente fala “as coisas nunca mais vão voltar como eram antes”. O senhor acredita nisso, o que vai mudar na opinião do senhor?

José Roberto Mattos: Eu acho que vai ser um novo normal, como todo mundo está colocando. Tem experiências que vieram e não vão deixar de estar presente no nosso dia a dia. […] As reuniões virtuais vieram para ficar, a compra através de sites de entrega e delivery também vão aumentar o seu percentual do que era antigamente, plataformas, lojas, negócios que não estavam atentos a parte digital, começam a ter essa preocupação […].

Gilson Aguiar: O senhor considera que com essas tecnologias nós vamos aprender a tomar decisões mais rápido e a planejar mais?

José Roberto Mattos: Planejamento, com certeza. As decisões rápidas, não, elas vão ser mais apuradas. E nós temos uma preocupação muito grande, porque nesse nosso tempo de pandemia, ou a gente confia na informação ou você checa essa informação. O Fake News ganhou muito as nossas mentes, o nosso dia a dia. Hoje, nós, numa tomada de decisão, somos bombardeados por tantas informações que nós temos que fazer uma validação dessas informações, com essa validação aí, sim, podemos checar em uma decisão final. […] Gostaria de deixar mais uma opinião: Maringá é uma cidade diferente, […], nova e tem uma economia brilhante através do seu parque de tecnologia que não parou, temos hoje com certeza uma arrecadação perto de R$ 1,7 bilhão e temos agricultura que está bombando […], já vendemos a safra que estamos plantando agora, Maringá e Paraná saem na frente.

Ouça a entrevista completa na CBN Maringá.

Precisa sair de casa? Use Máscara. Clique aqui e saiba por que ela é importante.

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Maringá